Você tem que dançar como se ninguém estivesse olhando, amar como se você nunca fosse se machucar, cantar como se não houvesse ninguém ouvindo e viver como se a Terra fosse o paraíso.

Em Algum Lugar do Passado (1980) é um dos filmes mais bonitos que já vi, assim como também tem um dos mais belos discursos sobre o amor:

— O homem dos meus sonhos já quase desapareceu.

— E que homem é esse, senhora?

— O que eu imaginei em minha cabeça. O tipo de homem com quem cada mulher sonha nos mais profundos e secretos desejos do seu coração. Eu posso vê-lo aqui na minha frente. O que diria a ele se ele realmente estivesse aqui? “Perdoe-me. Nunca conheci esse sentimento. Vivi sem ele minha vida toda. É de se admirar que não o tenha reconhecido? Você o trouxe pela primeira vez. Tem algum jeito de lhe dizer como minha vida mudou? Algum jeito de saber a doçura que me trouxe? Há muito para dizer. Não consigo encontrar palavras… a não ser estas… Eu te amo.” É isso que lhe diria… se ele estivesse aqui.

"Seja quem você é e diga o que sente, porque aqueles que se importam não importam e aqueles que importam não se importam."